Páginas

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Nesta Rua Tem...

ontem...
Nesta rua tem nela

Várias casas singelas,

De escancaradas janelas.

Com muitos quintais.

São verdes paisagens,

Árvores, flores, arbustos,

Cheios de pássaros,

Onde entoam cantos matinais.
Gosto da minha rua,

Feita de chão batido,

Tem tudo de interior.

Quando chega à noite,

O céu se enche de estrelas,

Devido a pouca luz

Parece um lençol bordado,

De um brilho sem igual

Na noite de luar então...

A lua derrama o seu clarão

Sobre o teto da minha casa

Soltando pontos luminosos

Pela fresta da telha

É nesta rua que eu vi surgir

A minha nova morada...

Vi plantar o meu pomar

Vi brotar crescer, florescer...

Depois desfrutar

É aqui vou sempre viver...

É neste recanto,o meu lar!
 
hoje 
Dora Duarte

4 comentários:

Amara Mourige disse...

Dora, que lugar delicioso de morar!bjs
Amara

✿ chica disse...

Lindo acompanhar a transformação e continuar feliz,tendo escolhido o lindo lugar pra viver! beijos,tudo de bom,chica

Anne Lieri disse...

Dora,muito bonita sua poesia e que deliciosa sua rua!Já vou levar pro Recanto!...rss...bjs,

Toninho disse...

Nada mais leve que esta onde se quer e sente bem.
Linda esta rua que não precisa ladrilhar pois ja tem um encanto especial.
Parabens Dora pela construção.
Meu abraço de paz e luz no bom fim de semana.

Copyright © 2011 Fazenda de poemas poesias e contos.
Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger