Páginas

terça-feira, 9 de junho de 2009





AMOR FAMINTO


AQUI ESTOU EU FAMINTA DE VOCÊ
DO TEU ACOCHEGO DOS CARINHOS
DA PRESENÇA TUA!
DOS TEUS DOCES BEIJOS IMAGINADOS
DO TEU AMOR ACALENTADO
QUE FORAM TÃO FREQUENTE
E HOJE TÃO DISTANCIADO!
NO MAIS ABSOLUTO
SILÊNCIO DAS HORAS QUE NÃO PASSAM
QUERO FAZER-ME PRISIONEIRA DOS ABRAÇOS
DOS TEUS ARDENTES BEIJOS,
SER TUA PRESA NA HORA MAIS PRECIOSA
CAVALGAR OS SONHOS, AS EMOÇÕES.
ROLAR ME AGRACIAR CONTIGO FEITO CRIANÇA ,
COM UM SORRISO ESPOTâNEO DA MINHA BOCA
EM BUSCA DA TUA!
VEM DEPRESSA, NÃO DEIXE ESPAÇO VAZIO
DESSA DISTÂNCIA CRUEL
MATA ESSA SAUDADE,
VENHA INVADIR OS MEUS DIAS,
MINHAS NOITES TÃO SOMBRIAS,
CARENTES DE VOCÊ!


Autora:Dora Duarte

2 comentários:

Anne Lieri disse...

Dorinha,que linda sua poesia!Sua casa de bonecas está fazendo muito sucesso em meu blog!Bjs,

Anônimo disse...

Eta fome de amar...ai ai quem me dera!!!!!

Copyright © 2011 Fazenda de poemas poesias e contos.
Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger