Páginas

sábado, 24 de novembro de 2012

Lua oculta






Preparei-me,

 Para vê-la à beira mar

Queria te saudar,

Fotografar teu clarão

Oh lua crescente...

Aconteceu  mais que de repente ,

 O vento soprou,

A nuvem negra surgiu.

A chuva chuviscou.

Roubaram teu cenário.

 
                         Dora Duarte

 

2 comentários:

✿ chica disse...

Que lindo,Dora!Sempre bem inspirada!! beijos,chica

Malu disse...

Dora, quanta meiguice!! Quanta ternura.
Apesar de não ver a LUA você bem sabia que ela estava por lá...
Beijinhos

Copyright © 2011 Fazenda de poemas poesias e contos.
Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger